terça-feira, 5 de agosto de 2014

Reconhecer


E foi dando tanto tempo, que tempo faltou.
E foi dando tantas desculpas, que justificativa não houve.
Foi tendo tanto medo, que o medo me impediu:
de viver o que sonhara ou de sonhar o que não vivi.
...
E foi dando tanto de mim, que pouco foi realmente cedido.
E foi dando tantos sorrisos, que a verdadeira alegria não existiu.
Foi querendo tanto zelo, que a amargura me atingiu:
por doar apenas a amizade ou por não ser como ela quis.
...
E foi dando tantos olhares, que pouco enxerguei.
E foi dando tantas palavras, que atitudes faltaram.
Foi dando quase tudo, que nada não foi realmente doado:
o sonho não foi alcançado ou o sonho não me alcançou.
...
E foi com tanto "quase", que pouco consegui viver.
E foi querendo tanta certeza, que conhecimento  me faltou.
Foi querendo evitar tanto sofrimento, que hoje sofro a pensar:
era você o tempo todo e eu não via ou fingia não enxergar.
...
Foi por pouco e, neste pouco, perdi você
pelo muito que, um dia, neguei te fornecer.

                                                                                                     Por: Wesley Carlos

2 comentários:

  1. Olá, Wesley
    Se o poeta fosse viver e sofrer de verdade tudo aquilo que escreve, sua vida seria um verdadeiro inferno. Gostei muito desta doação de tudo e de nada.

    Um abraço, paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Olá wesley, espero que não tenha esquecido de mim! Pois vc andou um tempo sem escrever no blog e eu também! Kkk. Mas da mesma forma retornarei a escrever pois não faço poesia a mais de 2 anos O.o !!! Nem sei se ainda conseguirei fazer. Eu agora estou noiva e vou me casar ano que vem. E a vida é uma correria... Mas não me esqueci dessas belas palavras suas. Contudo minhas poesias são assim um pouco humorísticas. Acho porque a vida exige um pouco de humor! Pois são tantas tragédias nesse mundo! Mas adorei sua poesia. Ela está bem sincronizada. E mostra a verdade dos nossos esforços que nós mesmo vemos mas que as vezes não é o suficiente. Os sonhos que planejamos não sai tão perfeito. Mas visite meu blog quando puder. Um abraço. Um feliz natal e um próspero ano novo! Bjs

    ResponderExcluir

Gostaria de agradecer, por você ler e comentar nos artigos postado neste blog, pois escrevo com amor e fico feliz quando vejo um pedaço da Essência de vocês aqui em baixo. Quando você comenta me dá a direção a qual devo tomar, o que tenho que escrever e/ou esclarecer.
A Essência agora está em você: Comente!!
Obrigado.