quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Impotente Sentimento

Corri atrás de você...
E perto, longe ainda estava!
Vivi querendo você...
E tendo, querendo ainda estava!

Amei por anos você...
E amor, ainda não era estável!
Sofri tanto por você...
E sofrer, ainda não era venerável!

Corri para o que não existia;
E vivi sentindo o que não podia;
Amei o que jamais me pertenceria;
E sofrir, por não ter nada que eu queria.

Era tanto amor, tanto amor...
Que aquele amor me reformulou,
Hoje amo minha própria vida
E, vida, volte por favor?!
Por: Wesley Carlos

51 comentários:

  1. QUE LINDO!!!
    EXPRESSA O JEITO QUE SOMOS ME IDENTIFIQUEI COM CADA PALAVRA EXPRESSA AQUI, LINDO POEMA AMEI!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Diana , fico contente que tenha gostado do poema! Tentei expressar exatamente o que sinto: o amor próprio que é ganho depois uma desilusão amorosa. Abraços e obrigado pelo carinho!

      Excluir
  2. Oi tudo bom? Então, é a minha primeira visita aqui no seu e poxa, estou adorando! Estou seguindo e voltarei mais vezes!

    Também tenho um blog, passa por lá? Te deixo o link dele:
    http://25conto.blogspot.com/

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Igor, tudo bem sim e com você? Agradeço a visita e já passei para conferir seu blog, e posso dizer que os elogios que me ofereceu aqui são recíprocos. Eu gostei muito do seu espaço... E, com toda certeza, irei passar por lá mais vezes lhe parabenizando por tão grande e belo talento que você possuí, adorei seu "design". Abraços'

      Excluir
  3. Ah o Amor! Tão contraditório, tão igual e ainda assim tão singular. Tão controlador, tão manipulador e ainda assim tão subordinado a nós.
    Não adianta dizer não para o Amor. O Amor só escuta o sim, até o não o Amor transforma em sim. E de sim em sim o Amor vai se alimentando, vai nos consumindo, nos fazendo acreditar no que o nossa razão sabe que não é verdade, mas nosso coração tende ver com a mais irredutível realidade.
    O Amor vai crescendo e nos mudando, e nos moldando, e nos ensinando, e nós como bons alunos vamos aprendendo com o Amor, vamos aprendendo sobre o Amor. E descobrimos, como um susto, um Amor que já não imaginávamos mais existir, o Amor próprio.
    O fato de nos amarmos ou de percebermos que nos amamos nos liberta da cruel forma de Amor que sentíamos até então, fazendo com que nos permitamos sentir um novo Amor, um Amor que além de ser dado seja recebido, um Amor que seja, verdadeiramente, Amor.
    Lindo texto!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Larissa, tudo bem? Sempre acho seus comentários incríveis! Dão credibilidade ao meu texto de forma elegante... Quando vejo seu nome na página de moderação vou rapidamente ler a sua "Essência". Você tem uma sensibilidade mágica e incrível... És bela e coerente a maneira como se expressa. Parabéns, e obrigado por está sempre participativa em meu blog. Abraços'

      Excluir
  4. Olá Wesley
    Ah! Este louco amor que no embriaga, e como é gostosa esta embriaguês. Obrigado por comentar no meu blog, Um bom final de semana.

    Um abraço, paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Geraldo!
      Sim, a embriaguês do amor (como você citou) é maravilhosa. Mas esta mesma embriaguês poderá causar grande dor. Dor que gera uma embriaguês em um amor próprio, o amor interior. O amor é ou não um sentimento perfeito?! *risos* Tenha um bom final de semana, abraço.

      Excluir
  5. Olá querido Wesley,

    O amor nos prega partidas, quase sempre, mas só percebemos, depois.
    Amou, sofreu, mas, posteriormente, é que entendeu.
    Óptimo, agora sabe estar, de novo, com a vida e pronto para um novo amor.

    Bom fim de semana.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luz, que saudade estava de você... Como vai?
      Agradeço o comentário, e é exatamente isto o foco da vida: aprender a se amar para poder estar apto a um novo amor. Bom fim de semana, abraços!

      Excluir
  6. Olá Wesley,

    Bela poesia, me lembrou muito sobre poemas de romantismo que vi no segundo ano do ensino médio. Muito bom mesmo!

    Fico feliz por ter voltado, nos próximos dias postarei no meu blog, da uma conferida quando puder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anderson :D
      Agradeço o comentário! Quando disse que meu poema lembrou-lhe de outros do ensino médio me senti honrado, porém ainda falta muito para algum deles chegarem ao nível dos de lá... Mas agradeço o elogio! Fico feliz que tenha gostado do meu retorno e mais ainda por já ir me convidado para mais novidades do seu "Erros&Acertos". Até mais'

      Excluir
  7. Olá Wesley ,sou professora,conheci seu blog através de uma amiga, gostaria de fazer um pedido para que me ajude indo no link abaixo e deixando um comentario.Estou concorrendo com o meu texto:"Transformando um Sonho em Realidade" no concurso Educação Nota 10 do Globo.
    A seleção acontecerá agora no dia 30/01/2012.
    Por favor, visite o link e deixe um comentário por lá.
    Será que vc pode me dar uma ajuda?
    Conto com a sua ajuda!
    Qualquer problema, postei também o link no post do meu blog, é só ir lá e clicar (http://ler-com-prazer.blogspot.com).
    Obrigada!Paz e Luz!
    Esse é o link:
    http://www.educacao10.syncmobile.com.br/?p=576

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, , tudo bem? É um prazer ter-te por aqui... Apesar de ainda não termos uma convivência virtual estável, agradeço o contato e digo que posso sim passar por lá, ler o artigo e deixar um comentário! Irei também ao teu blog e conhecer um pouco mais de ti. Mais uma vez agradeço o contato e tenha um ótimo inicio de semana. Até mais!

      Excluir
  8. Nossa Wesley, quase cai para trás ao ler suas palavras comentando o meu texto..fiquei até emocionada!!!! Você escreve maravilhosamente bem! Muito obrigada pelo seu apoio.Fico feliz em encontrar pessoas, principalmente jovens ( não estou me chamando de velha...rssr), dispostos a doar um pouquinho do seu tempo pelo outro. Vou deixar o endereço do blog da escola de onde trabalho, se você quiser olhar:http://escola-lais-netto-dos-reis.blogspot.com.Ver nosso trabalho. Muito obrigada!!! Vou manter contato,Tenha um domingo de muita Paz e Luz!
    Ah! Só uma perguntinha...de que estado você é?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que isso, eu que agradeço! Mas na guia "Sobre o Autor" você encontra informações ao meu respeito, mas sou do Rio de Janeiro. Vou visitar sim... Abraços'

      Excluir
  9. Adoro o romantismo...Impressionante como, depois de provar do doce veneno do amor, queremos continuar inebriados pelo efeito que ele causa...
    Beijos e ótima semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Smareis, tudo bem?
      A conclusão que obteve a certa do texto foi incrível... Parabéns! Agradeço pelo comentário e pela participação no "Essência da Palavra". Desejo uma semana rica para ti e muito sucesso em seu blog. Abraços :D

      Excluir
  10. Lindo poema. Gostei especialmente do final, do amar a vida e querer 'trazê-la de volta'.

    E que bom que tu voltou! ;)

    bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá querido Wesley,

    Bem me parecia, que você não me tinha esquecido.
    Agora, você responde em seu blog. Tem vantagens e desvantagens.
    Assim, não fica registada a sua opinião sobre o meu último poema. Que pena! Já estava acostumada.

    Venho fazer-lhe um convite: tenho um blog, em parceria com o Breno. Gostaríamos, que nos visitasse e desse a sua opinião. Posso contar com você? Obrigada.

    singularidadesdahistoria.blogspot.com

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoje mesmo ia destinar meu tempo a seu seu poema... Estou indo agora lá. E já abri o link aqui numa nova aba para visualizar o blog. Abraço'

      Excluir
  12. olá querido Wesley,

    Agradeço, de todo o coração, seu cometário em meu blog.
    Comentários, sempre feitos com elevação e sinceridade.
    Eu sabia que não era fácil me esquecer.

    Agradeço ter colocado dua foto nmo painel de História, mas suas palavrinhas? De palavras é que você não tem carência. Eu as conheço e as sinto. Deixe seu parecer. Obrigada.

    Beijos de muita luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu até cheguei a ler o artigo... Mas tinha uns conteúdos da faculdade para estudar na internet, acabei me distraindo e esqueci. Passarei novamente em breve. Abraços'

      Excluir
  13. belo blog, caro novo amigo...e sofrer por amor ainda é menos do que sofrer pelo vazio de nunca ter amado, uai..rss, valeu mesmo...voltarei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não concordo... Acho que a dor de perder alguém que você tanto amou nem se compara ao que se refere de nunca amar ninguém. Não amar, como você mesmo citou, é um "vazio", uma necessidade, não chega a causar dor. O conceito de dor é grande, forte, nem um pouco sensível. "Não amar" já exige uma sensibilidade incrível para isto ser percebido. Da mesma forma, que o amor possuí infinidades de formas e conceitos e chega a ser redundante dizer nunca ter amado. Existe alguém, em vida, que não ama nada?
      Obrigado pelo retorno e pela visita. Opiniões distintas a parte, mas volte sempre que desejar. Até mais'

      Excluir
  14. ah, sim, ah quem ama, mas ama os objetos, os bens materiais, mas amor pra fim sempre se refere ao ser humano, mas...como diz vc....opiniões distintas á parte..rsss...voltarei sim, claro...um grande abraço

    ResponderExcluir
  15. saudades dos seus post! Quando tiver novidades me avisa. Quero mergulhar na essência das palavras.
    abraços do seu amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela participação, Cícero. Mas este post já é uma "novidades" e inclusive senti falta de sua opinião nele. Forte Abraços

      Excluir
  16. Nossa, muito lindo e profundo. Adorei demais!
    Beijos e não deixe de visitar o meu blog.
    http://bloguinhodaspatricinhas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Patriny
      Fico muito feliz que tenha gostado! Com toda certeza visitarei sim o teu espaço. Abraços'

      Excluir
  17. Oi querido (:
    Muito lindo esse poema, seu blog tem muito conteúdo parabéns.
    Voltarei mais vezes <3
    Adorei seu blog, estou seguindo.
    Poderia me visitar e se possível seguir também?
    ótimo fim de noite para você.
    Abraços,
    TDiaryofteens.blogspot.com
    Facebook.com/TheDiaryofTeens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Márcia, tudo bem?
      Agradeço a visita e o comentário. Retornarei em breve!
      Abraços'

      Excluir
  18. Olá querido Wesley,

    Estou fazendo crescer o número de comentários em seu post, não a sua qualidade, sua essência.
    Prefere quantidade ou qualidade? Claro,a segunda hipótese.
    Adoro ler comentários e agora respostas.
    Que filosofias, que mergulhos! Também é verdade,que só mergulhamos onde queremos.
    Se deve mergulhar, com cuidado, porque o mar é traiçoeiro e, nós, incautos, somos arrastados.
    Mas... eu sereia estou por perto e faço marinheiros se encantar e se perder.
    Estou muito atenta à navegação e percorro quase todos os mares.
    Espero seu comentário no blog de História. Obrigada.
    Agradeço seu comentário em meu blog.

    Tenha uma excelente sexta-feira.

    Beijos de muita luz.

    ResponderExcluir
  19. Olá querido Wesley,

    Estou fazendo crescer o número de comentários em seu post, não a sua qualidade, sua essência.
    Prefere quantidade ou qualidade? Claro,a segunda hipótese.
    Adoro ler comentários e agora respostas.
    Que filosofias, que mergulhos! Também é verdade,que só mergulhamos onde queremos.
    Se deve mergulhar, com cuidado, porque o mar é traiçoeiro e, nós, incautos, somos arrastados.
    Mas... eu sereia estou por perto e faço marinheiros se encantar e se perder.
    Estou muito atenta à navegação e percorro quase todos os mares.
    Espero seu comentário no blog de História. Obrigada.
    Agradeço seu comentário em meu blog.

    Tenha uma excelente sexta-feira.

    Beijos de muita luz.

    ResponderExcluir
  20. adorei o texto! simples, porém tem algo que faz você se prender a ele, e se identificar. parabéns! é realmente complicado lhe dar cm a ilusão, ou com a perda de alguém que a gente tanto ama, pois depois de anos, a gente não só ama ainda mais a pessoa que está do nosso lado, como também se acostuma com ela de uma forma incrível, que quando longe, a dor se torna praticamente insuportável. mas como diz no final, a vida está ai... e temos que ama-la e aproveitá-la da melhor maneira possível, pois ela se vai...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bianca :D
      A sensibilidade e singelidade em seu comentário me impressionou, obrigado! O tema amor, se tratando de seu segmento em sofrer por alguém nos leva a se identificar em tantos outros textos e poemas.

      Excluir
  21. Acredite, que dançaria.
    Quem consegue resistir a uma música dessas?

    Bom fim de semana.
    Abraço de luz, enlaçado de dança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo eu estando ausente por certo período sei que não estou só. Você está sempre ativa e presente espalhando carinho. Obrigado por participar do "Essência da Palavra"...

      Excluir
  22. Ola Wesley

    Eu tinha certeza de ter comentado aqui mas como na vejo talvez não tenha enviado!Como nao me lembro mais o que escrevi, vou ser sucinta: Você tem uma sensibilidade incrível ao expor os seus versos!Adorei o poema e tbm ja me viciei em seu blog!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lu
      Agradeço o carinho e a visita! Abrç's

      Excluir
  23. Olá, linda poesia o tema amor é o meu favorito pois podemos escrever inúmeras coisas a respeito, é muito amplo e quem tem sensibilidade sabe como se expressar. Estou te seguindo e se quiseres me visite também e deisxe sua opinião, ficarei agradecida. Beijos no teu coração, Suzana (EU)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Suzana

      O tema amor é sim a grande porta de entrada para o universo poético. O sofrer por amor torna ainda mais amplo este acesso. Gosto de utiliza-la para me refugir de sentimentos que, se calados em nós, possuem o poder de nos destruir interiormente. Fiquei feliz com sua visita, volte sempre que puder e quiser. Abraços'

      Excluir
  24. Grande Poeta ... amei o amor é muito complicado mais não impossível de viver e ter :D

    ResponderExcluir
  25. Amor é vida
    Amor é a possibilidade do impossível!
    Encontrei o seu blog por alguma razão, não acredito no acaso.
    Gostei muito da poesia que sai de você!
    Abraços
    Sónia

    ResponderExcluir
  26. O dia a dia
    de um poeta
    é um constante
    pensar,
    sonhar,
    exercitar
    a alma,
    lidar com a vida
    e seus constantes
    acontecimentos...


    Poeta Francis Perot

    ResponderExcluir
  27. Olá, fiquei um pouco ausente, mas vim me desculpar. Agradeço pelo comentário posto em meu blog. E venho comentar aqui desse lindo poema seu.
    Você pôs bem as palavras... As vezes a gente passa um bom tempo correndo atrás de quem a gente tanto ama, que sofremos, e quando achamos que o sofrimento acabou por causa do amor e que continuamos sofrendo...
    Esse sentimento é algo embolado, que talvez seja difícil desembolar.
    Aquela parte em que você diz: "Era tanto amor, tanto amor..." Você deu uma quantidade de amor incontrolável, mas esse mesmo amor te formulou que da vida você também faz parte. Pra que amar e não viver?! Se só vivendo é que se ama.
    Não que amar não seja bom, é bom! Mas não podemos esquecermos de viver por esse amor. Porque a gente pode perder apenas oito meses amando, mas depois poderíamos ter vivido mais nesse oito meses.
    E quando nos damos conta, pedimos pra a vida voltar. Voltar e nos fazer viver mais e intensamente mesmo amando.

    Um abraço, e se cuida

    ResponderExcluir
  28. Olá,

    Belo poema, adorei seus escritos...por aqui fico!

    Saudações

    ResponderExcluir
  29. Bom dia.

    Só tendo amor próprio é que saberemos amar o outro, sem anular o nosso "eu".

    Bom fim de semana.

    Maria Auxiliadora (Amapola)

    ResponderExcluir
  30. Boa noite lindo...

    O amor já é um sentimento tão surpreendente quando atinge nossos sentidos. Ele fica ainda mais quando não é correspondido ou que exista algum muro de impedimento. Nós eleva e derruba tantas e tantas vezes ... fazendo acumular pontos de sabedoria em relação a isso. Mas que é uma parte importante da existência.

    Beijos e abraços.

    ResponderExcluir

Gostaria de agradecer, por você ler e comentar nos artigos postado neste blog, pois escrevo com amor e fico feliz quando vejo um pedaço da Essência de vocês aqui em baixo. Quando você comenta me dá a direção a qual devo tomar, o que tenho que escrever e/ou esclarecer.
A Essência agora está em você: Comente!!
Obrigado.