sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Desvario

Com uma mão levanto teu queixo
e com a outra te trago até mim...

Através do olhar digo o que sinto
e com a voz expresso o outro sentir...

De sentidos me aproximo
e me deixo levar...

Na rotina, na mesma rotina,
naquela estranha rotina de sonhar...

Somente sonhar

(...)


Por: Wesley Carlos
Desculpem a ausência, estava sem assinatura de internet, por isto não estive tendo uma frequência de postagem... O "Essência da Palavra" continua ativo. Ele não para, ele pulsa junto a mim! As palavras presentes nele e o carinho de todos no apoiar deste sonho auxilia no bombardeio de sangue por minhas veias. O sangue da esperança, por que sem ela, eis que não sobrevivo. Obrigado a todos!