segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Chamas da Saudade


Chamas da Saudade
Que queima meu coração
Na angústia solitária... 

Chamas da saudade!
Que aos poucos me consome
Para uma triste solidão...

Chamas da saudade!
Que transforma meu coração em cinzas
Uma chama que aumenta a cada dia...

Chamas da saudade!
Que arde ao me lembrar,
De como era belo seu sorriso.

Me resgate desse incêndio!
Com suas palavras de emoção,
Com todo o seu carinho...

Me resgate desse incêndio!
Oh, jovem amiga...
Que se encontra tão distante...

Quero revê-la,
Abraça-la,
Apagar essa chama dolorosa!

Tenho lembranças afetuosas...
Momentos que quero repetir,
Pena que estais ausentes!

Choro! E as lágrimas não...
... Apagam essa enorme chama
Que me causa uma mágoa intensa!

Não quero que sofras...
Não quero que chores...
Mas que sejes feliz!

Oh, minha amiga!
Que sejes muito feliz...
                                                                                Por: Wesley Carlos
                                   

A Triste Partida'

            Sei lá, hoje estou com meu emocional tão diferente, não vejo motivo para sorrir, nem dá um sorriso há alguém, acho que estou triste. Sei que ninguém é obrigado a me ouvir, mas estava precisando dividir isso com alguém então escolhi você, o tempo em que ela esteve presente entre mim foi muito bom, pena não ter aproveitado todos os momentos, hoje me arrependo do tempo que perdi desobedecendo, dos momentos em poderia ter beijado-a mais, sentir seu carinho, sua voz suave e macia sempre querendo o bem pra mim, agora estamos distantes seu carinho já não posso sentir, sua voz já não ouço mais, sinto-me triste...
       Guardo lembranças alegres, bonitas, momento em que estivemos juntos e que nunca mais poderei ter esse momento de novo, tenho meu peito apertado, há como se houvesse um nó em minha garganta, tenho lágrimas nos olhos, tenho tristeza. Os últimos minutos com ela se eu soubesse que ela estava indo embora, teria abraçado mais forte, teria beijado mais carinhoso, mas nunca sabemos o que pode ocorrer em minutos, dizem que um minuto não faz diferença, mas foi em um minuto que aconteceu e poucas horas depois se foi, se foi para sempre...
       Sinto-me triste, só...                                             
       Sei que ela está num lugar melhor que eu, ela se foi mas percebi que ela se foi e não pude me despedir. Me despedir dela para sempre... Estou descendo lágrimas dos olhos, e sempre que lembrar dela descerá mais e mais lágrimas, por que para mim mãe é tudo e eu sei ela não sou nada. “ Para sempre te amarei mamãe, e sei que sempre aí do céu você estará comigo”. A vida é uma rosa, é linda mas se não cuidar direito ela morre. A rosa tem espinhos, esses espinhos é a tristeza finalizada por lágrimas.
       “Te amo para sempre mamãe!”
 Estou com uma grande dor um sofrimento intenso. Ela perdeu o brilho, a intensidade, o vigor! Não ter uma mãe é ser incompleto!
Por: Wesley Carlos

sábado, 14 de agosto de 2010

Almanaque da Rede




"Almanaque da Rede é um ambiente criativo para que as pessoas juntas ou sozinhas contem suas histórias, defendam seus pontos de vista, descrevam suas experiências, escrevam suas mensagens."
- O Almanaque da Rede é mais uma das minha vitória no mundo da literatura, no mundo das palavras, um intenso mundo de descrições de fatos, reais ou imaginários, um mundo de letras que tem intenso poder de mudar ou até mesmo de escrever minha vida! Amo literatura, Literatura é vida, é arte e encanto!

A Música


A música p'ra mim tem seduções de oceano! 
Quantas vezes procuro navegar, 
Sobre um dorso brumoso, a vela a todo o pano, 
Minha pálida estrela a demandar! 
O peito saliente, os pulmões distendidos 
Como o rijo velame d'um navio, 
Intento desvendar os reinos escondidos 
Sob o manto da noite escuro e frio; 
Sinto vibrar em mim todas as comoções 
D'um navio que sulca o vasto mar; 
Chuvas temporais, ciclones, convulsões 
Conseguem a minh'alma acalentar. 
— Mas quando reina a paz, quando a bonança impera, 
Que desespero horrivel me exaspera! 


Charles Baudelaire, in "As Flores do Mal" 
Tradução de Delfim Guimarães 
Obtido em Wikisource

Eterna Saudade



Ela foi embora!
Com aquele mesmo olhar,
O mesmo sorriso e abraço...


Deixou-me e foi com outro
Pelos caminhos que juntos
Sonhamos passar...

Com a mesma voz,
Que dizia coisas belas para mim
Dizendo coisas belas para outro...

Sem se despedir se foi!
Não deixou recado...
Nem uma carta de amor...

Apenas a avistei
Pela janela caminhando
Abraçada com outro...

Indo pelas estradas,
Abrindo as porteiras,
E subindo em sua moto...

Olhando-me com o mesmo olhar
Dando o mesmo sorriso,
Pude ver que amava outro...

Foi e nunca mais voltou...
Foi levando meu amor...
Deixando minha dor!

Foi levando meus beijos...
Deixando “tapas e palavrões”
Deixou ilusão em meu coração!

Levaram meu olhar, meus sorrisos...
E deixou meu coração destruído,
Amargamente despedaçado...

Aquela que jurava amor eterno,
Hoje deixou uma...
Eterna Saudade!

                                                                   Wesley Silva